" Criei um aparelho para unir a humanidade, não para destruí-la. " - Santos Dumont

" Um prisioneiro de guerra é um homem que tentou matá-lo, não conseguiu e agora implora para que você não o mate. " - Winston Churchill
" Não sei como será a terceira guerra mundial, mas sei como será a quarta: com pedras e paus - Albert Einstein
" O objetivo da guerra não é morrer pelo seu país, mas fazer o inimigo morrer pelo dele - George S. Patton. "
" Só os mortos conhecem o fim da guerra " - Platão
"Em tempos de paz, os filhos sepultam os pais; em tempo de guerra, os pais sepultam os filhos." - Herodes

quarta-feira, 30 de abril de 2008

Arma Quimica " Agente Laranja "

O Agente Laranja era o nome dado ao herbicida e ao desfoliante usados pelos estados unidos em seu programa militar durante a guerra do Vietnã. Apenas com o intuito da queda das folhas das arvorês que camuflavam os inimigos em terra e seus equipamentos. Foram usados cerca de 19 milhões de galões de agente laranja. O uso do agente laranja de 1961 a 1971 um dos mais utilizados durante o programa. A degradação do agente laranja, agentes roxos, cor-de-rosa, e o verde) liberou os toxinas, que causaram problemas de saúde para aqueles expostos durante a guerra de Vietnã, os agentes azuis e branco eram parte do mesmo programa mas não continham toxinas. Os estudos das populações expostas ao dioxin, embora não necessariamente ao agente laranja, indicaram o aumentado de vários tipos de cancêr e de defeitos geneticos, o efeito da exposição de baixo nível a longo prazo não foi estabelecido. Desde 1980, diversos processos foram arquivados contra às companhias que produziram o agente laranja, entre elas; Produtos químicos do Dow, Monsanto, e shamrock do diamante (que produziu 5%). Os veteranos americanos do Vietnã procuravam tratamento contra as sindromes, do agente laranja para os problemas desenvolvidos por suas crianças. Alegaram que a maioria daqueles vivos morreram com os efeitos da exposição tóxica antes da idade de 65. Entretanto, nenhum vietnamita recebeu auxilio ou tratamento médico, em 10 de março de 2006, o juiz Jack B. Weinstein da corte do distrito de New York abriu novamente os casos arquivados pela justiça a favor das vitimas vietnamitas do agente laranja contra às companhias químicas que produziram os desfoliantes e os herbicidas.

politica da privacidade

sábado, 26 de abril de 2008

Missil Arrow 2 ATBM " Seta "

Tipo : Missil anti-balistico
Fabricante : IMI, Tadiran, Israel Aerospace Industries
Custo unitário : U$ 3 milhões de doláres
Entrada em serviço : October 2000
Motor: Dois estágios
Peso de lançamento : 1,300 kg
Comprimento : 7 m
Diâmetro: 800 mm
Velocidade : 11.012km/h - 2.5 km/s
Alcance : 90 km
Altitude máxima de vôo : 50,000 m
Armamento : Interceptador guiado, lançado por terra,
Bomba de fragmentação

A Seta em hebreu "Interceptor" o ABM é um sistema de defesa de míssil do teatro (TMD); é o primeiro míssil desenvolvido por Israel que especificamente foi projetada e construída para interceptar e destruir mísseis balísticos em um nível nacional. A seta intercepta seus alvos em grandes altitudes, na estratosfera (alguns sistemas, tais como RIM-161, são pretendidos interceptar no espaço exterior; outros, tais como PAC-3, são projetados para interceptar com seus alvos em uma atmosfera mais baixa). THAAD de Lockheed Martin intercepta também mísseis balísticos no estratosfera elevado, mas tem também a potencialidade para interceptar alvos fora da atmosfera.

sexta-feira, 25 de abril de 2008

Embraer EMB-145 RS/AGS

Fabricante : Embraer
Tipo : Aeronave de sensoriamento remoto
Envergadura: 20,04 m
Comprimento: 29,87 m
Altura: 6,75 m
Máximo de decolagem: 24.000 kg
Tripulação: 2 (piloto e co-piloto) + 6 operadores de sistemas
Velocidade máxima: 850 km/h
Teto de serviço: 11.278 m
Autonomia: +6 h
Distância de decolagem / pouso: 2.270 m (MTOW) / 1.345 m
Motor: 2 turbofans Rolls-Royce AE 3007A1s de 3.368 kgf de empuxo unitário
Sistemas e equipamentos :
SAR McDonald Dettweiler (radar de abertura sintética)
MSS EPS-A 31T (scanner multiespectral )
OIS FLIR AN/AAQ-22 StarSAFIRE II (sensor ótico e infravermelho)
SIGINT / COMINT (sensores de monitoramento de sinais de comunicações)
Datalink (sistema de transmissão e recepção de dados seguro)
Sistema de reabastecimento em vôo (opcional)
Operadores :
Brasil (3 aeronaves)

O Embraer EMB-145 RS/AGS é uma aeronave de sensoriamento remoto, capaz de realizar o imageamento cartográfico em altíssima resolução de objetivos no solo, a grande altitude, havendo ou não densa cobertura natural, por meio de sofisticados sensores que cobrem as variadas faixas do espectro eletromagnético, opera basicamente na Amazônia brasileira, na aquisição de dados de emprego estratégico, tático e operacional, em proveito aos órgãos governamentais civis e militares que integram o SIPAM - Sistema de Proteção da Amazônia, SIVAM - Sistema de Vigilância da Amazônia.

Embraer EMB-145 AEW&C

Fabricante : Embraer
Tipo : Aeronave de Alerta Aéreo Antecipado e Controle
Envergadura: 21,00 m
Comprimento: 29,87 m
Altura: 6,75 m
Máximo de decolagem: 24.000 kg
Tripulação: 2 (piloto e co-piloto) + 6 operadores de sistemas
Velocidade máxima: 850 km/h
Teto de serviço: 11.278 m
Autonomia: +6 h
Capacidade de varredura radar: +350 km
Distância de decolagem / pouso: 2.270 m (MTOW) / 1.345 m
Motor: 2 turbofans Rolls-Royce AE 3007A1s de 3.368 kgf de empuxo unitário, com FADEC
Sistemas e equipamentos
Radar Ericsson PS-890 Erieye (radar de vigilância e controle aéreo)
SSR / IFF (radar secundário de identificação amigo-inimigo)
ESM (sistema de medidas eletrônicas de apoio) (opcional)
COMINT / ELINT (sensores de monitoramento de sinais de comunicações)
Datalink (sistema de transmissão e recepção de dados seguro)
RWR / chaff & flare (sistemas de autodefesa) (opcional)
Sistema de reabastecimento em vôo (opcional)
Operadores :
Brasil (5 aeronaves)
Grécia (4 aeronaves)
México (3 aeronaves)
Índia (3 aeronaves) (Variante em desenvolvimento

O Embraer EMB-145 AEW&C (do inglês Airborne Early Warning and Control), é uma aeronave de Alerta Aéreo Antecipado e Controle, com capacidade autônoma de vigilância e controle aéreo. Concebido para atender aos requisitos operacionais da Força Aérea Brasileira (FAB), para uma aeronave de vigilância aérea, capaz de prover dados de inteligência sobre aeronaves voando a baixa altura, sobretudo na Amazônia brasileira, cumprindo missões em apoio ao SIVAM.

McDonnell Douglas F-15 Eagle

Fabricante : McDonnell Douglas
Entrada em serviço : Novembro de 1974
Missão : Caça táctico Ataque Ar-terra
Tripulação : 2
Comprimento : 19,43 m
Envergadura : 13,03 m
Altura : 5,68 m
Área (asas) : 56,5 m²
Peso : 12.700 kg
Peso total : 20.185 kg

Peso bruto máximo : C/D - 30.845 kg
E - 36.450 kg kg
Motores
2xPratt & Whitney F100-100 ou 110
Força (por motor) : 106129 kN
Velocidademáxima : 2.660 km/h
Alcance : 4.631 km
Teto máximo : 19.800 m
Relação de subida : 15.240 m/min
Armamento : 1 Canhão 20mm M61 Vulcan com 940 cartucho
Mísseis/Bombas : 4xAIM-7F (mísseis AMRAAM)4xAIM-9 Sidewinder (ASRAAM) nas asas, mais um total de (7.257 kg) em compartimentos nas asas e num compartimento central.

O McDonnell Douglas F-15 Eagle é um caça táctico altamente manobrável, que pode operar sob todas as condições atmosféricas, que dota a USAF de superioridade no combate aéreo. A superioridade do Eagle é conseguida na destreza e aceleração, alcance, armamento e aviónica. A aceleração e agilidade do F-15 são conseguidas através de dois motores de elevada potência e reduzida carga alar, fatores vitais na capacidade de manobra, O versátil sistema de radar de pulso Doppler permite a detecção de alvos a altitudes superiores e inferiores ao avião. Em 2000 o F-15, em todas as forças aéreas, agregou um recorde de baixas de 104 alvos abatidos contra zero perdidos no combate aéreo (um F-15J japonês atingiu outro F-15J em 1995 devido a um erro num AIM-9 Sidewinder durante treinos de combate aéreo com armas reais). O F-15E susteve duas baixas provenientes de fogo antiaéreo no Guerra do Golfo em 1991. Um F-15E foi abatido em 2003 na Invasão do Iraque provavelmente devido a fogo antiaéreo.

McDonnell Douglas AV-8 Harrier II

Fabricante : McDonnell Douglas
Primeiro vôo : Janeiro de 1985
Missão : Suporte aéreo
Tripulação : 1 piloto
Comprimento : 14,1 m
Envergadura : 9,2 m
Altura : 3,5 m
Área (asas) : 22,61 m²
Tara : 5 700 kg
Peso bruto máximo : 13 400 kg

Motores : 1x Rolls-Royce F402-RR-408, 23 800 lbf (106 kN) thrust
Velocidademáxima : 1000 km/h
Alcance : 1000 km
Teto máximo : 15 000 m
Relação de subida : 4 485 m/min
Armamento : Mísseis/Bombas ,13 200 lb de carga, onde se incluem AGM-65 Maverick, AIM-9 Sidewinder (máx. 4).

O Harrier II é a segunda geração de aviõe a jato STOL/V/STOL ( pouso e vôo vertical ) de ataque ligeiro, utilizado pelos Corpo de Marines dos Estados Unidos, Força Aérea Real (RAF), Marinha da Espanha e a Marinha da Itália. O avião é conhecido por AV-8B Harrier II pelos Marines, e pela RAF como GR7/GR9. O AV-8A foi um Hawker Siddeley Harrier GR.3 não modificado, requisitado pelos Marines. O AV-8B é um redesenho deste avião, incorporando novas asas de compósito, novo cockpit e aviónica, bem como um motor, mais potente. As novas asas possibilitam a decolagem de cargas superiores em peso, bem como de armamento, embora o motor mais potente do Harrier II seja mais lento em 80 km/h (50 mph) que o seu predecessor.
O AV-8B entrou no activo a Janeiro de 1985 com um custo de 21,6 milhões de dólares cada.

quarta-feira, 23 de abril de 2008

Bomba Lança-Granadas (BLG-252)







Tipo : Bomba lança-granadas
Velocidade de lançamento : 180 a 250 km/h
Altura de lançamento : 600 m
Espalhamento das granadas (m²) : 21000
Raio letal de cada granada : 15 m
Perfuração das granadas : 1,20 m
Comprimento total (mm) : 355,6
Diâmetro maior (mm) : 400
Envergadura (mm) : 595
Massa total (Kg) : 324
Espoleta : EOM-BFA (ogiva) e ECM-BLG (cauda)
Produto desenvolvido e homologado, a BLG-252 é uma bomba lança-granadas, tendo como carga bélica 248 submunições de efeito misto anticarro/antipessoal. Após o lançamento, decorrido um tempo pré-selecionado, a bomba tem seu revestimento aberto. A abertura do revestimento ocorre pela ação de carga oca linear, acionada por espoletas mecânicas de tempo, localizadas na ogiva e na cauda do artefato. A dispersão das granadas, por centrifugação, é obtida em função da rotação adquirida pela bomba após o lançamento, determinando um padrão de espalhamento sobre o solo de forma aproximadamente elíptica. BLG-252 é uma munição para ser empregada contra alvos dispersos sobre uma superfície, permitindo o ataque a baixa ou grande altura, em alta ou baixa velocidade, sem requerer pontaria demasiadamente precisa.

Northrop Grumman E-8 Joint STARS (JSTARS)

Tipo : Avião radar de patrulha ao solo
Fabricante : Northrop Grumman Corporation
Primeiro vôo : 1996
Comprimento : 46,60 m
Envergadura : 44,42 m
Altura : 13,00 m
Velocidade máxima : 937 km/h
Altuta máxima de vôo : 11890 m
Peso máximo de decolagem : 151315 kg

O E-8 são os olhos da Força Aérea sobre o campo de batalha. O avião é baseado em uma versão modificada do modelo civil de transporte do Boeing 707 e retem a forma básica da fuselagem. Tendo uma capacidade limitada em 1991, o sistema esteve 100% completo em 1996 . O sistema do E-8 foi desenvolvido por exigência do exército e da força aérea americana para uma plataforma que fosse capaz de seguir os alvos à terra e inimigos ao longo dos fronteiras. O avião possui comunicações e equipamento especializados de radar que poderia ajudar os comandantes em terra fornecendo as informações próximo-real do tempo com uma habilidade limitada de seguir ameaças aéreas. A característica de projeto E-8 é o acessório longo da fuselagem em baixo do avião. Este conjunto abriga uma antena do tipo APY-3 da Northrop Grumman (Norden), fornecendo informações aos grupos e comandantes em terra, detectando e visualizando o alvo em um raio de 250 quilômetros. O sistema pode varrer até 1.000.000 quilômetros em um missão de 9 horas. As modalidades de Doppler do pulso estão também disponíveis, ajudando ao grupo a seguir alvos em movimento. O recolhimento das informação por aviões E-8 estão ligadas ao controle de terra e, de lá, a informações são avaliadas por oficiais. As acomodações do grupo no avião são de 4 pessoas do grupo de vôo, e 14 especialistas adicionais da força aérea e três especialistas do exército. Naturalmente isto pode variar baseado no tipo da missão. O E-8 foi usado durante a guerra de golfo pérsico em 1991 voando um total de 49 surtidas. Seria mais tarde usado no apoio a OTAN durante a guerra em Bosnia/Kosovo e mais recentemente nas operações do Afeganistão e Iraque.

quinta-feira, 17 de abril de 2008

Tupolev Tu-160 "Blackjack"

Tipo : Bombardeiro pesado supersônico
Fabricante : Tupolev
Primeiro vôo : 18 de Dezembro de 1981
Comprimento : 54,1 metros
Envergadura : 55,7 metros
Altura : 13,1 metros
Velocidade máxima : 2.220 km/h
Altura máxima de vôo : 15.000 metros
Peso máx. decolagem : 275.000 kg

O Tu-160, o avião de combate mais pesado jamais fabricado e cujas dimensões superavam inclusive as do Boeing (Rockwell) B-1 Lancer de configuração similar, é o maior bombardeiro do Mundo. Na União Soviética, o programa Tu-160 continuou dedicado à penetração tanto a baixa altitude a velocidade transônica com a alta altitude e velocidades de aproximadamente March 1.9. A combinação de uma asa de geometria variável e alguns dispositivos de alta sustentação foi empregada para obter um bom manejo a baixa velocidade e por isso a necessária capacidade operacional com a asa em posição de flecha mínima de 20º, excelente capacidade de carga útil/alcance com a asa na posição de flecha intermediária de 35º e uma velocidade muito elevada na posição de flecha máxima de 65º. O ângulo de flecha da asa é selecionado manualmente e os dispositivos de alta sustentação compreedem aletas ranhuradas com envergadura completa e flaps duplamente ranhurados nas bordas de fuga na asa. A borda de fuga das seções internas dos flaps , que são imobilizados quando as asas se retraem para trás, não tem ranhura na fuselagem em que possa ser introduzida quando a asa retrocede e em contrapartida se dobra para cima em paralelo à linha central do avião e por isso á feita de tabique.

McDonnell Douglas AH-64 Apache

Fabricante : McDonnell Douglas
Primeiro vôo : 30 de Setembro de 1975
Missão : Apoio aéreo aproximado de tropas
Tripulação : Piloto e co-piloto / artilheiro
Comprimento : 17.75 m
Envergadura : 14.63 m
Altura : 5.11 m
Peso total : 4.881 kg
Peso bruto máximo : 9.525 kg
Velocidade máxima : 365 km/h
Alcance bélico : 40 km
Alcance : 190 km
Teto máximo : 6.000 m
Relação de subida : 942 m/min
Autonomia máxima : 3 horas e 9 minutos
Motores : 2 x General Electric T700-GE-701
Força (por motor) : 1.536 hp kN
Metralhadora : automática de corrente de 30mm Boeing M230
Mísseis/Bombas : AGM-114D Longbow Hellfire, Stinger, AIM-9 Sidewinder, Mistral Hydra Foguetes : CRV7 70mm , Westland WAH-64.

Construído para enfrentar o ambiente hostil das linhas da frente, pode operar durante o dia ou noite em condições atmosféricas adversas, mediante a utilização do sistema de capacete integrado e ecrã. O Apache está também equipado com tecnologia de ponta na aviónica e electrónica, como o (TADS/PNVS, Designação de Registro Visual e Aquisição de Alvo, Sistema de Visão Noturna), contra-medidas passivas de infravermelhos Buraco Negro (Black Hole) e outras, como GPS.
O custo original para o AH-64A ronda os 14,5 milhões de dólares.



segunda-feira, 14 de abril de 2008

BLU-1/B Bomba de Napalm














O napalm, inventado na Segunda Guerra Mundial, é uma mistura incendiária gelatinosa que adere à pele causando queimaduras de até 5º grau, quando ocorre a destruição de tecido muscular. O calor de 1.500 graus também queima o interior dos pulmões da vítima. Foi muito usado contra as forças comunistas na Guerra do Vietnã. Napalm é um conjunto de líquidos inflamáveis à base de Gasolina gelificada, utilizados como armamento militar. O Napalm é na realidade o agente espessante de tais líquidos, que quando misturado com gasolina a transforma num gel pegajoso e incendiário. Em 1980, o seu uso foi proibido por uma convenção da Organização das Nações Unidas.


sábado, 12 de abril de 2008

Rockwell GBU-15(V)/B

Tipo : Bomba de Penetração
Comprimento : 3.92 m
Asas : 1.50 m
Diâmetro : 46 cm
Peso : 1100 kg
Velocidade : subsônica
Alcance : 24 km
Poder bélico :
(V)1/B, (V)2/B: 906 kg
MK 84 bomb(V)31/B, (V)32/B: 906 kg
BLU-109/B bomba de penetração

Usada para destruir grandes fortificações, penetra vários metros de concreto antes de explodir a GBU-15(V)/B é uma bomba guiada por TV ou infra-vermelho é usado pela Força Aérea de Estados Unidos . O desenvolvimento da família de GBU-15 EOGB foi começado em 1974 pela divisão do armamento do comando dos sistemas da força aérea, como uma versão melhorada da era GBU-8/B usada no Vietnã.

Lockheed UGM-96 Trident I

Comprimento : 10.39 m
Diâmetro : 1.88 m
Peso : 33000 kg
Alcance : 7400 km
Propulsão :
1° estágio : Foguete Thiokol combustível sólido ;
2° estágio : Foguete Hercules combustível sólido ;
3° estagío: Foguete United Technologies Corp. combustivel sólido
6 bombas termonuclear w-76 cada (100 kiloTon ) em 6 misseis MK 4 RV
A seção do UGM-96A o SLBM consistiu normalmente em seis veículos independentes da reentrada do MK 4, cada um cabido com uma ogiva de thermonuclear de 100 kT W-76. Até 14 ogivas podiam ser carregadas, naturalmente reduzindo a escala do míssil. O Trident foi equipado também com um sistema de navegação novo do MK 5 stellar/interial, que aumentasse a exatidão de aproximadamente 380 m (1250 ft). O Trident I C-4 substituiu os mísseis de UGM-73 Poseidon em 12 SSBNs, e foi desdobrado também nos primeiros submarinos da classe de Ohio (SSBN-726). Este SSBNs é projetado carregar 24 dos mísseis D-5 maiores de UGM-133 Trident II, mas os primeiros oito foram equipados com o Trident I porque o D-5 não estava ainda disponível. O tratado estratégico da redução dos braços, limitou o número de submarinos de Trident da marinha de ESTADOS UNIDOS a 18. Todos os 18 barcos da classe de Ohio foram desativados em 1997. Entre 1977 e 1986, Lockheed construiu aproximadamente 600 mísseis de UGM-96A.

sexta-feira, 11 de abril de 2008

General Atomics RQ/MQ-1 Predador


Tipo : UAV - Veiculo aéreo não tripulado
Comprimento : 8,5 m
Envergadura : 17,1 m
Peso máximo : 1360 kg
Velocidade : 275 km/h
Altitude máx. : 8840 m
Motor : Thielert "Centurion 1.7" (diesel) motor pistão 99kw

Um UAV ( Veículo Aéreo Não Tripulado ), e às vezes abreviado VANT, é o termo usado para descrever todo e qualquer tipo de aeronave que não necessita de pilotos embarcados para ser guiada. Este tipo de aviões são controlados à distância, por meios eletrônicos e computacionais, ou por meio de Controladores Lógicos Programáveis. São usados em missões muito perigosas para serem executadas por seres humanos, nas áreas de inteligência militar, apoio e controle de tiro de artilharia, apoio aéreo às tropas no campo de batalha, controle de mísseis de cruzeiro, atividades de patrulhamento urbano, costeiro, ambiental e de fronteiras, atividades de busca e resgate, entre outras.

quinta-feira, 10 de abril de 2008

RDS - 220 " Tsar " Maior Bomba Nuclear

Tipo : Arma nuclear
Local de origem : Russia
Quantidadeproduzida : 1
Peso : 27 ton
Comprimento : 8 m
Diâmetro : 2 m

Poder explosivo : 57 megatons ( 57 milhões de toneladas ) a de Hiroshima 17 kilotons ( 17 toneladas ), Nagasaki 25 kilotons ( 27 toneladas de dinamite ).

Tsar Bomba "Imperador das Bombas", com ó código RDS-220, a mais potente arma nuclear já detonada. Desenvolvido pela União Soviética, a bomba de 57 megatons (equivalente a 57 milhões de toneladas de dinamite) , origanalmente de 100 megatons foi reduzida seu tamanho para 57 megatons, pois não qual seria o tamanho da destruição. A bola de fogo gerada pela explosão tocou o solo e quase alcançou a mesma altitude do avião bombardeiro, podendo ser vista a mais de 1.000 km de distância. O calor gerado poderia causar queimadura de 3º Grau em uma pessoa que estivesse a 100 km de distância. A nuvem em forma de cogumelo que se seguiu chegou a 60 km de altura e algo em torno de 35 km de largura. A explosão pôde ser vista e também sentida na Finlândia, tendo até mesmo quebrado algumas janelas por lá. O deslocamento de ar causou danos diretos até a 1.000 km de distância.

BLU - 118B Bomba Termobárica

Bomba termobárica russa: equivalente a 44 toneladas de explosivo. A bomba termobárica, utiliza um principio idêntico. Ela produz uma primeira explosão em que espalha uma quantidade de combustível na forma de vapor, o qual reage com o oxigénio do ar, quando ocorre uma segunda explosão que provaca a ignição.

A explosão dessa mistura, produz uma fortíssima onda de choque, atingindo temperaturas muito altas.Como a explosão a alta temperatura consome os reagentes (tanto o combustível quanto o oxigénio) cria-se um vacuo na área da explosão, razão pela qual este tipo de bombas também são conhecidas como bombas de vácuo. Esse vácuo vai produzir ainda um efeito secundário, pois após a explosão inicial, a diferença de pressão entre a área onde se deu a explosão e a área circundante, produz um sopro no sentido contrário.

quarta-feira, 9 de abril de 2008

Bomba de Fósforo Branco

Fósforo Branco é usado como bomba de fumaça. Bombas de fósforo branco são dispositivos, mas também pode ser utilizado como uma ofensiva pessoal capaz de causar queimaduras graves ou a morte. O agente é utilizado em bombas, munição de artilharia e morteiros, que explodem em flocos inflamáveis de fósforo mediante impacto.
O uso é proibido pela CWC ( Convenção de Armas Químicas )

Bomba Atômica " Little Boy " usada em Hiroshima

"Little Boy", largada sobre Hiroshima, no Japão, na Segunda-feira 6 de Agosto, 1945. Sendo largada a partir do B-29 Superfortress, às 8h15 da manhã (JST) a cerca de 600 m do solo, com uma explosão de potência equivalente a 13 kton de TNT. Aproximadamente 70.000 pessoas foram mortas como um resultado direto da explosão, e um número parecido de pessoas foram feridas. Um maior número de pessoas foram morrendo após a explosão devido ao resultado de radiações após o ataque.

MOAB ( Mãe de todas as bombas )

A bomba MOAB (Massive Ordnance Air Blast, popularmente conhecida como Mother of all bombs, trocadilho com a sigla que significa "A mãe de todas as bombas") é a mais poderosa arma de destruição em massa não-nuclear existente. Sua explosão é capaz de destruir construções em um raio de até 1 km.
Ao contrário da MOAB, que só pode ser lançada a partir de aviões do tipo do C-130 Hércules, a MOP, poderá ser lançada de bombardeiros como o B-52, mas mais importante ainda, a partir de aviões bombardeiros Stealth como o B-2.

Míssil de Cruzeiro Tomahawk

Um míssil de cruzeiro é um míssil guiado que usa pequenas asas e e também um sistema de propulsão à jato para permitir um vôo sustentado. Mísseis de cruzeiro são, em em essência, aviões não tripulados. Eles são geralmente desenhados para carregar uma grande carga convencional ou nuclear à milhares de kilômetros com uma grande eficiência e exatidão. Mísseis de cruzeiro modernos normalmente viajam à velocidades supersônicas e também altas velocidades subsônicas, navegam com sistemas autosuficientes, e vôam à baixas altitudes para evitar detecção por radar.

ICBM Míssil Balístico Intercontinental

Um míssil balístico intercontinental, ou ICBM, é um míssil balístico que possui um alcance extremamente elevado maior que 5.500 km, normalmente desenvolvido para carregar armas nucleares.
A Força Aérea dos Estados Unidos atualmente opera 500 ICBMs e cerca de 3 bases da Força Aérea localizadas primariamente ao norte dos estados das Montanhas Rochosas e das Dakotas. Estes são da variante única do ICBM LGM-30 Minuteman III. Mísseis Peacekeeper (mantenedor da paz) foram planejados em 2005.

Embraer EMB-314 Super Tucano

Envergadura : 11,14 m
Comprimento : 11,33 m
Altura : 3,97 m
Vazio : 3.020 kg
Máximo de decolagem : 5.200 kg
Carga de combate máxima : 1.500 kg
Tripulação: 2 piloto e navegador
Velocidade máxima : 593 km/h
Alcance máximo : 4.820 km
Teto de serviço : 10.670 m
Autonomia: 6 h
Fatores de carga : +7 G / -3,5 G
Raio de combate : 550 km (Hi-Lo-Hi)
Distância de decolagem / pouso : 350 m / 550 m
Metralhadoras: (2x) FN Herstal M3P de 12,7 mm (.50 ) (internas nas asas)
Canhões: (1x) pod de canhão de 20 mm (sob a fuselagem)
Foguetes: (4x) pods de lança-foguetes de 70 mm
Bombas: Mk 81 ou Mk 82 (emprego geral); BLG-252 (lança-granadas); Lizard ou Griffin (guiadas por laser)
Mísseis ar-ar: (2x) AIM-9L; MAA-1 Piranha ; Python 3 ou Python 4
Mísseis ar-superfície: (2x) AGM-65
Estações de armas: possui um total de 5 pontos (dois em cada asa e um sob a fuselagem)
Motor: 1 turboélice Pratt & Whitney Canada PT6A-68C de 1.600 shp de potência, controlado por computador FADEC (Full Authority Digital Engine Control)
Hélice: 1 hélice Hartzell pentapá de 2,38 m de diâmetro.

O Embraer EMB-314 Super Tucano é uma aeronave turboélice leve de ataque e treinamento avançado, que incorpora os últimos avanços em aviônicos e armamentos. Concebido para atender aos requisitos operacionais da Força Aérea Brasileira (FAB), para uma aeronave de ataque tático, capaz de operar na Amazônia brasileira em proveito do projeto SIPAM / SIVAM, e de treinador inicial para pilotos de caça.

terça-feira, 8 de abril de 2008

Míssil Balístico SCUD

O Scud é um míssil balístico móvel, de origem soviética, com curto alcance. O míssil é derivado do foguete alemão V–2 da época da Segunda Guerra Mundial, sendo utilizado em plena Guerra Fria por membros do Pacto de Varsóvia ou seus aliados. É também conhecido pelas seguintes designações: R-17, 9k72 Elbrus, 9K14, SS-1.
Variantes :
Scud -A
Alcance de 130 km, usado na década de 50 e 60 pela URSS.
Scud-B
Alcance de 300 km, usado em meados da década de 1960 pela URSS, ainda em uso em alguns paises. Com uma ogiva de 1.000 kg.
Scud-C
Alcance de 500 km, usado em meados da década de 1960 pela URSS, com uma ogiva menor do que o Scud-B em torno de 500 a 800 kg. Ainda em uso por alguns paises.
Scud-D
Alcance de 700 km, usado na década de 1980 pela URSS, com um sistema de navegação e precisão mais apurados que as variantes anteriores.

Missil ar-terra AGM-65 Maverick

Fabricante: Hughes Aircraft Corporation / Raytheon Corporation.
Preço : US$ 180 000
Armamento : Ogiva de 135 kg
Alcance : 27 km a alta altitude, 13 km a baixa altitude
O AGM-65 Maverick é um míssil ar-terra táctico concebido para suporte aéreo de curta distância. É eficaz num vasto leque de alvos tácticos, incluindo blindados, defesas aéreas, navios, transporte terrestre e edifícios-reservatório de combustível

Bomba Atômica ( Fat Man ) usada em Nagasaki

Os efeitos predominantes de uma bomba atômica (a explosão e a radiação térmica) são os mesmos dos explosivos convencionais. A grande diferença é a capacidade de liberar uma quantidade imensamente maior de energia de uma só vez. A maior parte do dano causado por uma arma nuclear não se relaciona diretamente com o processo de liberação de energia da reação nuclear.
Oficialmente, a mais poderosa Bomba detonada foi de 57 Megatons - conhecida como Tsar Bomba em um teste realizado pela URSS em outubro de 1961. Esta bomba tinha mais de 5 mil vezes o poder explosivo da bomba de Hiroshima, e maior poder explosivo que todas as bombas usadas na II Guerra Mundial somadas (incluindo as 2 bombas nucleares lançadas sobre o Japão). Podemos lembrar que as bombas jogadas nas cidades de Hiroshima e Nagasaki mataram quase 200 mil pessoas, e dizem que até hoje os povos dessas regiões sofrem com a radiação local.

McDonnell Douglas A-4 Skyhawk

Fabricante : Douglas Aircraft Corporation
Primeiro vôo : 1954
Entrada em serviço : 1956
Missão : Aeronave de Ataque
Tripulação : 1 (ou 2 na versão de treinamento
Comprimento : 12,2 m
Envergadura : 8,4 m
Altura : 4,6 m
Área (asas) : 24,15 m²
Tara : 4.750 kg
Peso total : 8.318 kg
Peso bruto máximo : 11.136 kg
Motores : 1 x Pratt & Whitney J52
Velocidademáxima
1.077 km/h
Metralhadoras : 2× 20 mm Colt Mk 12 cannon, 100 tiros por arma
Mísseis /Bombas : AIM-9 Sidewinder e 4,490 kg em bombas.

O McDonnell Douglas A-4 Skyhawk é um avião de ataque naval especialmente desenvolvido para operar a partir de porta-aviões. Desenvolvido nos anos 1950 para a Marinha dos EUA, o pequeno, econômico, mas versátil Skyhawk continua em uso em diversas forças aéreas do mundo. Inclusive na Marinha do Brasil, nesta foto vê-se um A-4 pousando no porta-aviões São Paulo ( A-12 ).

segunda-feira, 7 de abril de 2008

Lockheed SR-71 Blackbird

Fabricante : Lockheed Martin
Primeiro vôo : 22 de Dezembro de 1964
Entrada em serviço : Janeiro de 1966
Missão : Reconhecimento/Vigilância
Tripulação : 2, piloto e operador de sistemas
Comprimento : 32,74 m
Envergadura : 16,94 m
Altura : 5,64 m
Área (asas) : 167,2 m²
Peso : 27.000 kg
Peso total : 66.000 kg
Peso bruto máximo : 77.100 kg
Motores
2× Pratt & Whitney J58-1 T11D-20B de 144 kN Velocidade máxima : 3.932 km/h
Alcance : 4.800 km
Teto máximo : 28.000 m
Armamento : não tem
O Lockheed SR-71 Tipo A, também conhecido por Blackbird, é um avião de reconhecimento estratégico de longo alcance desenvolvido pela Lockheed. Sua fuselagem foi feita com ligas de titânio para suportar as altas temperaturas em torno de 200 a 300 graus celsius, causadas pelo atrito com o ar em virtude da alta velocidade alcançada.
Como sua fuselagem foi feita em placas para poder dilatar-se durante o vôo, o SR-71 é conhecido por vazar quando está no chão; pelo seu fluido hidráulico congelar em temperaturas de 30ºC e pelo modo peculiar de ativação dos motores. Por ser a J-58 uma turbina de grande porte e pesada demais (9 estágios de compressão de fluxo axial) para um sistema pneumático comum, a ativação era feita por um motor V-8 envenenado ligado por engrenagens diretamente no eixo da turbina.
Seu vôo em altas temperaturas também não seria possível sem o combustível especial desenvolvido para ele, o JP-7, tão viscoso e pouco volátil que era possível apagar facilmente um fósforo aceso num balde de JP-7.
O Blackbird também foi construído em versão com acomodações para dois tripulantes em assentos tandem, ficando o piloto na nacele da frente, enquanto o operador de sistemas está na nacele de trás. Para as missões em grandes altitudes e velocidades, ambos os tripulantes usavam uma roupa pressurizada, que lembra os primeiros trajes dos astronautas. Para sua construção, foram criadas máquinas ferramentas (máquinas operatrizes) com o fim específico da construção dos componentes para este avião. Quando do encerramento de sua produção, as máquinas foram destruídas, impossibilitando assim que novas peças e/ou unidades do SR-71 fossem feitas novamente e, com o fim da Guerra Fria, não mais era viável seguir utilizando um avião com hora de vôo de custo tão elevado.
Por vários motivos, o SR-71 foi desativado. Entre eles, fatores políticos, custo operacional e o advento dos satélites. Apenas 3 são mantidos ativados pela NASA para estudos. Esse avião voava tão alto e tão rápido que, perseguido por um míssil terra-ar, a manobra de evasão clássica era simplesmente acelerar. Com base em Beale, na Califórnia, a unidade equipada com SR-71 estava em diferentes bases, principalmente na Inglaterra e no Japão, para fazer cobertura aérea em todo o mundo.
À altitude operacional, o SR-71 conseguia fazer a vigilância de uma superfície de 270.000 km² por hora, o que lhe permitia operar no Vietnam do Norte, na China, na União Soviética, em Cuba ou na Coreia do Norte sem entrar no espaço aéreo respectivo. Nenhum dos 33 SR-71 fabricados foi abatido até a atualidade no entanto 12 unidades foram perdidos em acidentes, com apenas uma fatalidade. Em um dos seus últimos vôos fora dos EUA, um SR-71 foi exibido em feira aérea em Paris, e no retorno aos EUA, bateu novo recorde de velocidade. Devido ao fuso horário, o avião chegou aos EUA aproximadamente 4 horas antes do horário em que decolou de Paris.

A-90 Orlyonok


Ecranoplano, é uma classe de aerodinos com características peculiares, diferente dos hidroaviões, aerobarcos e hovercrafts. O termo deriva da denominação que recebe em russo o efeito solo.
Inventado pelo engenheiro naval soviético Alexeev Rostislav Evgenievich nos anos 50, o ecranoplano foi projetado para movimentar-se voando a poucos metros de altura sobre uma superfíce plana, geralmente aquática, sem ser detectado pelos radares inimigos, aproveitando o chamado efeito solo. Durante a Guerra Fria, os ecranoplanos foram vistos, inicialmente no Mar Cáspio, como veículos estranhos, grandes e velozes. Outro modelo, o A-90 Orlyonok, destinado ao transporte e desembarque de tropas e veículos blindados, com 140 toneladas de peso máximo e autonomia de 2.000 quilômetros, voava a dois metros acima da superfície aquática numa velocidade de até 400 quilômetros por hora. Foram construídas quatro unidades deste modelo.

McDonnell Douglas KC-10 Extender

Tipo : Avião-tanque
Fabricante : McDonnell Douglas
Primeiro vôo : 1981
Custo unitário : 88,4 milhões de dólares
Comprimento : 54,4 metros
Envergadura : 50 metros
Altura : 17,4 metros
Velocidade máxima : 996 km/h
Altura máxima de vôo : 12,727 metros
Peso máx. decolagem : 265.500 kg

O McDonnell Douglas KC-10 foi um avião-tanque a serviço da Força Aérea Americana. O KC-10 foi derivado do avião civil DC-10.
Iniciou-se na Guerra do Vietnam a dúvida sobre a necessidade de mais 700 Boeing KC-135 para abastecimento de aeronaves.
Na Guerra do Yom Kippur em 1973 demonstrou a necessidade de capacidade mais adequadas para o abastecimento aéreo. Viu que os C-5 Galaxy eram forçados a aterrisar na Europa para abastecimento, pois não existiam aviões-tanque suficientemente grande para fazer vôo diretos dos Estados Unidos para Israel.
Como resultado a tripulação dos C-5 Galaxys foram treinados para um abastecimento aéreo e Departamento de Defesa concluiu que era preciso criar um avião-tanque mais moderno.

domingo, 6 de abril de 2008

Agusta-Westland EH-101

Fabricante : Agusta-Westland
Primeiro vôo :1987
Missão : Busca e Salvamento / Fiscalização
Tripulação : 4
Comprimento : 22.81 m
Envergadura : 18.59 m
Altura : 6.61 m
Área (asas) : 271 m²
Tara : 10.500 kg
Peso total : 5.100 kg

Peso bruto máximo : 15.600 kg
Motores : 3× Rolls-Royce/Turbomeca RTM322-01 turboshafts, 2.312 shp (1.725 quilowatts) cada

Velocidademáxima : 309 km/h
Alcance : 1.220 km
Teto máximo : 4.572 m
Relação de subida : 216 m/min
Armamento : Metralhadoras 2× 7,62 mm
Mísseis /Bombas : 960 quilogramas (2.116 libras) de bombas e foguetes

O AgustaWestland EH101 é um helicóptero originalmente desenvolvido num esforço conjunto entre a Westland Helicopters no Reino Unido e Agusta na Itália para aplicações militares, embora também possar ser utilizado no contexto civil.

McDonnell Douglas MD 520 Notar

O MD 520 Notar é um helicóptero monomotor de pequeno porte para uso esportivo e de passeio impulsionado por uma turbina Allison C20R, com capacidade para 01 (um) piloto e mais 04 (quatro) passageiros, fabricado pela MD Helicópters, de propriedade da corporação RDM holandesa.
Pode-se dizer que o helicóptero compacto MD 520 Notar dispõe do mais inteligente, avançado, revolucionário e interessante sistema anti-torque disponível no mercado internacional de asas rotativas, uma tecnologia exclusiva chamada “Notar – No Tail Rotor” criada, desenvolvida, refinada e patenteada pelo extinto fabricante norte-americano Mc Donnell Douglas e, posteriormente, comprada pela Boeing e licenciada para a MD Helicópters holandesa.

Sikorsky UH-19

Fabricante : Sikorsky Aircraft Ltd/USA
Primeiro vôo : 10 de Novembro de 1949
Missão : Transporte Militar e Busca e Salvamento
Tripulação : 2 Pilotos
Comprimento :12,88 m
Altura : 4,06 m
Área do círculo rotórico : 198,54 m²
Peso total : 2345 kg
Peso bruto máximo : 3538 kg
Motores :1 x Wright R-1300-3 Cyclone de 7
Força : 800 hp kN
Velocidademáxima :187 km/h
Teto máximo : 3660 m

O Sikorsky S-55 foi a primeira máquina de asas rotativas que apresentou uma capacidade de boa utilização prática.
Nos Estados Unidos, tomou diversas designações tendo em conta o seu emprego: Sikorsky H-19 e UH-19 no Exército Americano (US Army), Sikorsky HO4S, na Marinha e Sikorsky HRS nos Fuzileiros Navais.
Foi fabricado bob licença pela Westland Aircraft Ltd/Grã-Bretanha, pela SNCA du Sud-Est/França e pela Mitsubishi Jukogyo KK/Japão

Aérospatiale Alouette III

Fabricante : Aérospatiale
Primeiro vôo : 28 de Fevereiro de 1959
Missão : Utilitário ligeiro de transporte
Tripulação : 1 piloto + 6 passageiros
Comprimento : 10,2 m
Envergadura : 11 m
Altura : 2,9 m
Área (asas) : 110,50 m²
Peso total : 1.105 kg
Peso bruto máximo : 2.100 kg
Motores :1 turbina Turbomeca Artouste 870 CV
Velocidademáxima : 220 km/h
Alcance :1.300 km
Tetomáximo : 6.100 m
Armamento : Metralhadoras
1 canhão lateral de 20 mm

O Alouette III é um helicóptero utilitário ligeiro de transporte, monomotor, fabricado pela Aérospatiale, na França.
É um desenvolvimento do Alouette II, tendo um tamanho maior e uma maior capacidade de carga. Originalmente propulsado por uma turbina Turbomeca Artouste IIIB, o Alouette é reconhecido pelas suas capacidades de operação em grandes altitudes, sendo o ideal para o salvamento em áreas montanhosas.

Mil Mi-6

Tipo : Helicóptero de transporte militar pesado
Fabricante : Mil Moscow Helicopter Plant
Primeiro vôo : Julho de 1957
Capacidade : 61 homens passageiros
Comprimento : 33,18 metros
Envergadura : 35 metros
Altura : 9,86 metros
Velocidade máxima : 250 km/h
Altura máxima de vôo : 4.500 metros
Peso máx. decolagem : 41.700 kg

O Mil Mi-6 (OTAN: Hook) é um helicóptero de transporte militar pesado soviético, que vôou pela primeira vez em 1957 e foi construído em massa para papéis civis e militares. O Mi-6 foi desenhado pela Mil.
Poucos ainda estão em serviço, a maioria na Sibéria e um pequeno número na China.

Mil Mi-12

Tipo : Helicóptero de transporte militar
Fabricante : Mil Moscow Helicopter Plant
Primeiro vôo : 10 de Julho de 1968
Capacidade : 196 homens passageiros
Comprimento : 35 metros
Envergadura : 67 metros
Altura : 12,5 metros
Velocidade máxima : 260 km/h

Altura máxima de vôo : 3.500 metros
Peso máx. decolagem : 105.000 kg

O Helicóptero soviético Mil Mi-12 também conhecido como W-12, (apelido OTAN Homer) é o maior helicóptero já construído.
O MI-12 utiliza o único esquema de dois rotores transversais conhecidos. Foram também construídos por Mil e eliminam o uso do rotor traseiro. Estes rotores são os mesmos utilizados no Mil Mi-6 e aqui duplicados (Mi-12).

Boeing B-52 Stratofortress

Tipo : Bombardeiro estratégico
Fabricante : USAF
Primeiro vôo : Fevereiro de 1955
Custo unitário : 53,4 milhões de dólares
Comprimento : 48,5 metros
Envergadura : 56,4 metros
Altura : 12,4 metros
Velocidade máxima : 1000 km/h

Altura máxima de vôo : 17.000 metros
Peso máx. decolagem : 220.000 kg

O Boeing B-52 Stratofortress é um bombardeiro estratégico de longo alcance que voa pela Força Aérea dos Estados Unidos da América (USAF) desde 1954, substituindo o Convair B-36 e o Boeing B-47. Apesar de ter sido construído em função da Guerra Fria, suas capacidades convencionais são atualmente as funções mais importantes nas operações da USAF, onde seu longo alcance, carga de armas pesada e reputação espantosa provaram-se valiosas. Construíram-se cerca de 800 B-52.

Northrop-Grumman B-2 Spirit

Fabricante : Northrop Grumman Corporation
Primeiro vôo : 17 de Julho de 1989
Entrada em serviço : Dezembro de 1993
Missão : bombardeiro estratégico invisível
Tripulação : 2
Comprimento : 20.9 m
Envergadura : 52.12 m
Altura : 5.20 m
Área (asas) : 464.5 m²

B-2 Spirit ou Stealth B-2 é um bombardeiro projetado secretamente na área 51 pelas empresas Northrop Grumman, General Electric e Boeing usando um conceito antigo sobre "asas voadoras" e uma inovadora técnica de desenho por computador de "asa unida em W".
O custo unitário do bombardeiro B-2 Spirit gira em torno de 2 bilhões de dólares, sendo uma das máquinas de guerra aérea mais caras do mundo.

sábado, 5 de abril de 2008

Primeiro Avião 14 BIS ( Brasileiro )

O 14-bis é considerado o 1º avião do mundo, criado por Santos Dumont, e voou pela primeira vez em 23 de outubro de 1906, em Bagatelle, França. Nos meios populares, e em jornais, o 14-bis recebeu o apelido de ave de rapina (oiseau de proie) e também de pato (canard).

Columbia, Challenger, Discovery, Atlantis e Endeavour

Foram construídas cinco espaçonaves deste tipo, chamadas Columbia, Challenger, Discovery, Atlantis e Endeavour, que foram usadas em diversas missões no espaço. Destas apenas a Discovery, a Atlantis e a Endeavour ainda existem, já que as outras acabaram destruídas em acidentes que se tornaram tragédias da história da exploração espacial.

Ônibus Espacial Atlantis NASA


Um ônibus espacial(PB) ou vaivém espacial(PE) (em inglês space shuttle) é o veículo parcialmente reutilizável usado pela NASA como veículo lançador e espaçonave para suas missões tripuladas. Ele tornou-se o sucessor da nave Apollo usada durante o Projeto Apollo. O ônibus espacial voou pela primeira vez em 1981.

Antonov AN-225 Mriya

Tipo :Cargueiro de transportes internacionais
Fabricante : Antonov Design Bureau
Primeiro vôo : 21 de Dezembro de 1988
Capacidade : pode até chegar a 1500 pessoas
Comprimento : 84 metros
Envergadura : 88,4 metros
Altura : 18,1 metros
Velocidade máxima : 800 km/h
Altura máxima de vôo : 10.000m metros
Peso máx. decolagem : 640.000 (lotado) kg

Curiosidades : O piloto designado para efetuar seu vôo inaugural olhou para o avião, coçou a cabeça e disse: "Isto não pode voar! Um troço desses não tem como sair do chão..."

Airbus A-300/600 Beluga

Tipo : Avião cargueiro pesado
Fabricante : Airbus
Primeiro vôo : 13 de Setembro de 1994
Comprimento : 56,16 metros
Envergadura : 44,84 metros
Altura : 17,34 metros
Velocidade máxima : 780 km/h
Altura máxima de vôo : 10.670 metros
Peso máx. decolagem : 155.000 kg

McDonnell Douglas Tanker 910


O Tanker 910 é um McDonnell Douglas DC-10 especialmente adaptado para combate a incêndios e o único avião widebody adaptado para essas funções.

Boeing 737-700

Tipo : Avião comercial
Fabricante : Boeing
Primeiro vôo : 9 de Abril de 1967
Capacidade : 124 passageiros passageiros
Custo unitário : US$ 47-55 milhões
Comprimento : 28,6 a 39,5 metros
Envergadura : 28,3 a 34,3 metros
Altura : 11,3 a 12,6 metros
Peso máx. decolagem : 49.190 a 79.010 kg

Videos de aviões

Loading...