" Criei um aparelho para unir a humanidade, não para destruí-la. " - Santos Dumont

" Um prisioneiro de guerra é um homem que tentou matá-lo, não conseguiu e agora implora para que você não o mate. " - Winston Churchill
" Não sei como será a terceira guerra mundial, mas sei como será a quarta: com pedras e paus - Albert Einstein
" O objetivo da guerra não é morrer pelo seu país, mas fazer o inimigo morrer pelo dele - George S. Patton. "
" Só os mortos conhecem o fim da guerra " - Platão
"Em tempos de paz, os filhos sepultam os pais; em tempo de guerra, os pais sepultam os filhos." - Herodes

quinta-feira, 22 de maio de 2008

Grumman A-6 Intruder

Tipo : Aeronave de Ataque para qualquer tempo
Fabricante : Grumman
Inicio do serviço : 19 Abril 1960
Retirado de serviço : 1997
Primeiros usuários : Marinha, Força Aérea e Fuzileiros
Quantidade produzida : 693
Custo unitário : U$ 43 milhões
Variante : EA-6 Prowler

O A-6 Intruder é um jato bi turbina americano, avião de ataque da construído pela Grumman Aeroespacial. Em serviço entre 1963 e 1997, o Intruder foi projetado para uso em qualquer tempo, substituindo os aviões de ataque médios de A-1 Skyraider. Um derivado especializado em guerra eletrônica, EA-6B Prowler, usado em serviço até 2007. Enquanto o A-6 foi aposentado de sua missão de ataque de precisão, foi subseqüentemente substituido pelo F/A-18E/F Super Hornet.
Dos 84 Intruder perdidos em combate , dez foram derrubados por mísseis terra-ar (SAMs), dois foram derrubados por MiGs, 16 foram perdidos por causas operacionais, e 56 foram perdidos por fogo vindo de terra ou artilharia convencional. A maioria de Intruder dos Fuzileiros eram baseados no Vietnam sul e Nang. O último Intruder perdido durante a guerra era do esquadrão VA-35, foram derrubados pelo fogo vindo de terra em 24 janeiro 1973 ao fornecer apoio aéreo próximo. Os pilotos ejetados foram salvos por um helicóptero da marinha. Vinte porta-aviões da marinha cobrem as águas do Sudeste Asiático, OS A-6 foram usados em combate em outras operações, tais a Guerra no Líbano (1983). Um A-6 e um Corsair A-7 foram derrubados por mísseis terra-ar Sírio em 4 dezembro, em EL Dorado em abril 1986. Durante a tempestade do deserto, a Marinha e Fuzileiros A-6s registraram mais de 4.700 manobras de combate, fornecendo suporte aéreo a tropas em terra, destruindo unidades navais iraquianas , e alvos estratégicos. Quatro A-6 foram derrubados em combate por SAMs e AAA. Em operação na Somália. Embora o intruso não poderia ultrapassar o F/A-18 em velocidade ou combate aéreo , o A-6 poderia igualar a qualquer novo avião da frota em carga de armamentos e habilidade de uso. Os últimos A-6 foram aposentados em 28 fevereiro 1997.

segunda-feira, 12 de maio de 2008

McDonnell Douglas A-4 Skyhawk

Tipo : Aeronave de Ataque
Fabricante : Douglas Aircraft Corporation
Primeiro vôo : 1954
Entrada em serviço : 1956
Tripulação : 1 (ou 2 na versão de treinamento)
Comprimento : 12,2 m
Envergadura : 8,4 m
Altura : 4,6 m
Área (asas) : 24,15 m²
Tara : 4.750 kg
Peso total : 8.318 kg
Peso bruto máximo : 11.136 kg
Motores : 1 x Pratt & Whitney J52
Velocidademáxima : 1.077 km/h
Armamento : Metralhadoras : 2× 20 mm Colt Mk 12 cannon, 100 tiros por arma
Mísseis/Bombas :AIM-9 Sidewinder e 4,490 kg em bombas
O McDonnell Douglas A-4 Skyhawk é um avião de ataque naval especialmente desenvolvido para operar a partir de porta-aviões. Desenvolvido nos anos 1950 para a Marinha dos EUA, o pequeno, econômico, mas versátil Skyhawk continua em uso em diversas forças aéreas do mundo. A grande versatilidade do Skyhawk fez dele uma ótima opção para diversas forças aéreas ao redor do mundo, razão pela qual o avião ainda continua em plena atividade no início do século XXI. 2.960 aeronaves foram produzidas.
Pela Força Aérea e Marinha Argentinas, teve destacado papel na Guerra das Malvinas. A Argentina, junto com Israel, foi um dos maiores operadores do Skyhawk. Desde 1998, uma versão modernizada conhecida como A-4AR Fightinghawk está operando pela Força Aérea Argentina. Esta versão está equipada com o radar ARG-1, uma versão do AN/APG-66 do F-16. 36 unidades estão operacionais.

terça-feira, 6 de maio de 2008

Grumman E-2 Hawkeye ( AEW )

Tipo : Aeronave de Alerta Aéreo Antecipado e Guerra Eletrônica
Fabricante : Northrop Grumman
Entrada em serviço : 1964
Usuários : Estados Unidos, Israel e Japão
Custo unitário : U$ 80 milhões
Tripulação : 5
Comprimento : 17.56 m
Envergadura : 24.58 m
Altura : 5.58 m
Area de superficie : 65 m²
Peso vazio : 17,090 kg
Peso carregado : 23,391 kg
Motores : 2× Allison T56-A-425 ou 4
Velocidade máxima : 604 km/h
Alcance : 2,583 km

O Grumman E-2 Hawkeye é uma aeronave para qualquer tempo , avião tático baseado em porta-avião , é um avião de guerra eletrônica (AEW). O avião foi atualizado progressivamente , o E-2D, feza seu primeiro vôo em 2007. A versão mais atualizada do E-2 Hawkeye pode seguir mais de 2.000 alvos simultaneamente (quando ao mesmo tempo, detectando 20.000 alvossimultaneamente) a uma distância de mais de 650 quilômetros e simultaneamente guiar no ar de 40 a 100 interceptadores no ar ou em terra, como veiculos, bateria anti-aérea avisando-os quando seus alvos se aproximarem dos mesmos em terra.

Missil superfície-ar RIM-8 Talos

Tipo : Missil superfície-ar
Fabricante : Bendix
Peso : 3,538 kg
Comprimento : 11,58 m
Diâmetro : 0,71 m
Ogiva : 136 kg ou ogiva nuclear W-30 (2 - 5 kT)
Motor : de 2 estágios
Envergadura : 2.80 m
Alcançe : 185 km
Altura de vôo : 24400 m
Velocidade : 3,062 kkm/h
Sistema de guiagem : Radar semi-ativo

O Bendix RIM-8 Talos é um míssil superfície-ar naval de longo alcance, era entre os mísseis superfície-ar mais avançados equipando navios da marinha americana. O Talos usa o feixe do radar para a orientação e detecção do seu alvo, e o radar semi ativo (SARH) para a orientação do seu destino final. A disposição característica de quatro antenas que se localizam no nariz é os receptores de SARH que funcionam como um detector de ondas contínuas. A pressão é fornecida por um impulsionador contínuo do foguete para o lançamento inicial e por um motor foguete de Bendix para o seu vôo até atingir e destruir seu alvo .

segunda-feira, 5 de maio de 2008

Mil Mi-24 Helicóptero de Ataque

Tipo : Helicóptero de Ataque
Fabricante : Mil Maiden flight
País de origem : Russia
Entrada em serviço : 1972 ainda em uso
Primeiro usuário : Força Aérea Russa e outros 50 usuários no mundo
Produção : 2000 (estimado)
Tripulação : 3
Capacidade : 12
Comprimento : 17.5 m
Diamêtro da hélice : 17.3 m
Envergadura : 6.5 m
Largura : 6.5 m
Peso vazio : 8,500 kg
Peso máximo : 12,000 kg
Motor : 2× Isotov TV3-117 turbina, 1,600 kW
Velocidade máxima : 335 km/h
Alcance : 450 km

O Mil Mi-24 , chamado pela OTAN de " Hind " é um helicoptero de grande porte de transporte para tropas . Os pilotos soviéticos chamaram o avião "tanque " . Um outro nome comum é "krokodil" (crocodilo), devido a camuflagem do helicóptero e sua fuzelagem. Muito usado durante a Guerra do Afeganistão, Etiópia, Cambogia, Vietnã, Líbia, Nicarágua, Sirilanka, Guerra do Golfo, Croácia, Chechnya, Kosovo, Irã-Iraque, Guerra Civil Sudanesa, Serra Leoa, Guerra do Congo, Conflito na Macedônia, Guerra de Ivorian, Segunda Guerra do Congo e Guerra do Iraque


Tipo : Bombardeiro estratégico
Fabricante : Boeing
Entrada em serviço : 15 Abril 1952
Aviões na ativa : 85
Aviões em Reserva : 9
Produzido de : 1952-1962
Total produzidos : 744
Custo unitário : U$ 53.4 milhões

O Boeing B-52 Stratofortress é um bombardeiro de longo alcance, subsônico, estratégico operado pela força aérea americana desde 1955. Começando com o contrato bem sucedido oferecido em 5 junho 1946, o B-52 atravessou diversas etapas do projeto; de um avião reto da asa com seis motores do turbopropulsão ao protótipo final YB-52, com os oito motores de turbojato. O avião fez seu primeiro vôo em 15 abril 1952 com o piloto "Tex" Johnston. Construído para carregar armas nucleares para missões durante a Guerra-Fria, o B-52 Stratofortress substituiu o Convair B-36. Embora um veterano de um número grande de guerras, o Stratofortress usou somente bombas convencionais em combate real. Com a escala sem reabastecimento mais longa da história de todos os bombardeiros já existentes, o B-52 carrega até 70.000 kilos de variados tipos de armas.

General Dynamics/Grumman EF-111A Raven

Tipo : Avião de Guerra Eletrônica
Fabricante : General Dynamics
Entrada em serviço : 03/10/1977
Retirado de serviço : 1998
Número de aeronaves : 42
Custo unitário : US$ 40 milhões


O EF-111A Raven era um avião de guerra eletrônica projetado para substituir o Douglas EB-66 na força aérea americana. Seus grupos e usuários chamaram-no frequentemente "Aardvark". Em 1972, a USAF contratou a Grumman para converter alguns General Dynamics existente F-111A no avião de guerra eletrônica . A USAF tinha considerado o prowler da Grumman EA-6B da marinha, mas a marinha era relutante para tal adotar um avião. Depois que o EF-111 se aposentou nos anos 90 , a força aérea começou a depender dos esquadrões de EA-6B Prowler da marinha e dos fuzileiros navais para a guerra eletrônica.

domingo, 4 de maio de 2008

Lançador de misseis TOS-1 " Buratino "

Tipo : Lançador de missieis de curto alcançe
País de origem : Russia
Guerras Usadas : Afeganistão, Chechênia
Peso : 46 toneladas
Comprimento : 9,5 m
Altura : 2,2 m
Largura : 3,6 m
Capacidade : 3 soldados
Calibre : 220 mm
Capacidade de fogo : 30 tiros/15 s
Raio de alcance de tiro : 500-3500 m
Motor : à Diesel 840 hp

TOS-1 Buratino é um lançador múltiplo de foguetes capacidade de 30 misseis é uma arma termobarica montado em um chassis do tanque T-72. TOS-1 foi projetado para ataques contra soldados em campo aberto, fortificações, contra veículos blindados leves e de transporte. Os primeiros testes do combate ocorreram no vale de Panjshir pela antiga União Soviética durante a guerra do Afeganistão.

Lançador de misseis Astros II

Tipo : Lançador de misseis terra-terra
Construído por: Avibras
Tipo de motor: Mercedes - Benz OM422 8cyl V Potência: 280 cv
Origem : Brasil
Utilizadores : Brasil,Arábia Saudita,Catar,Malásia
Conflitos de atuação : Guerra do Golfo
Alcance : 12 à 300 KM
Armas Principais : Mísseis FOGMPM e ASTROS
Armas Secundárias : 1 metralhadora Browning 12,7 mm (Calibre: 12.7mm - Alcance estimado de 1.5Km a 2.4Km)

ASTROS II é um Sistema Universal de Foguetes de Artilharia para Saturação de Área que começou a ser produzido em 1983 sendo fabricado pela empresa brasileira Avibras.
É o primeiro sistema de artilharia a foguete, com uma lançador modular, que permite disparar foguetes de diferentes calibres pela simples mudança dos contentores dos foguetes. O ASTROS dispõe de início de um sistema de controlo de tiro de origem Suíça, mas fabricado no Brasil. Esse sistema analisa a trajetória de um foguete de teste que explode no ar, longe do alvo, para não alertar o inimigo e calcula automaticamente a posição dos lançadores. Usado na guerra do golfo pelo Iraque.

Lançador de misseis MGM-52

Tipo : Lançado de missiel de pequeno alcance
Em serviço : 1972–1992
Fabricante : LTV - Estados Unidos
Peso : 2,850 lbs
Comprimento : 20 ft
Diâmetro : 22 in
Armamento : 1 ogiva nuclear W-70 1-100 kiloton
Motor : Foguete de combustível sólido
Velocidade : 3,300 km/h

O lançador MGM-52 era um sistema tático móvel de míssil da superfície/superfície de artilharia do exército de campanha usado para fornecer poder de fogo nuclear e convencional as tropas em terra. Com o fim dos conflitos na Europa em 1987, o exército americano começou a retirar seus lançadores de mísseis. Por volta de 1992, todos os equipamentos do exército americano foram armazenados a espera da destruição.



Bomba BLU-109/B

Funcão : Bomba de penetração de queda livre por JDAM ou Paveway
Comprimento : 2.4 m
Diâmetro : 370 mm
Peso : 874 kg a 900 kg

A BLU-109/B é uma bomba de penetração usada pelo aviação militar dos Estados Unidos. Seu objetivo é penetrar através dos abrigos de concreto e de outras estruturas dificeis e até mesmo rocha, antes de explodir, sem se danificar. O BLU-109/B tem uma embalagem de aço de aproximadamente 25.4 milímetros densamente, enchido com as 240 quilogramas de Tritonal. O inicio do serviço da BLU-109 começou em 1985. Tão cedo não será aposentada.

Bomba Tallboy " Terremoto "


Tipo : Bomba Conventional
País de origem : Reino Unido
Entrada em uso : 8 de junho de 1944
Usado pelo : 617° Esquadrão da RAF
Peso : 5,443 kg
Comprimento : 6.35 m
Diâmetro : 950 mm
Mecânismo de detonação : Impacto

O Tallboy era uma bomba desenvolvida por Barnes Wallis e trazida na operação pelos Ingleses em 1944 durante a segunda guerra mundial. Pesava 5 toneladas e, carregado pelo bombardeiro de Avro Lancaster, foi eficaz contra às estruturas de concreto que anteriormente bombas menores não tinham provado sua eficacia.

GBU-31: Mk84 com JDAM


Munição comum de ataque direto (JDAM) é um armamento usado com bombas guiadas de queda livre, para qualquer tempo. As bombas equipadas JDAM são guiadas até o seu alvo por um sistema inercial integrado de orientação acoplado com um receptor de posicionamento global (GPS) para a exatidão da bomba, dando lhes uma distância de até 15 milhas náuticas (28 quilômetros) do ponto da liberação até o alvo, tudo isto em queda livre. As bombas equipadas com JDAM variam no tamanho de 225 Kg a 900 kg. JDAM consiste em uma seção de cauda com superfícies de controle aerodinâmicas integradas, e um sistema GPS.

sexta-feira, 2 de maio de 2008

A História do Avião

A História da Invenção do Avião
A cena: Paris, a “Cidade-Luz”, capital da França, exibindo suas aspirações e frutos de uma continuada e, ainda, efervescente Revolução Industrial e Cultural. O ano: 1906, o dia: 23 de outubro, às 16h45min; inúmeras pessoas, com os seus chapéus nas mãos, vibrando, acenando ao alto, extasiadas pelo que presenciavam, enquanto Santos Dumont cruzava, em vôo, o Campo de Bagatelle, com o seu Mais-Pesado-Que-o- Ar: o 14-Bis.
Este relato descreve, de forma sucinta, o motivo de comemorarmos em 23 de outubro, o Dia do Aviador. Porém, sua importância vai além de representar apenas a data magna da Aeronáutica - aqui entendida como a Ciência da Navegação Aérea - e da Força Aérea Brasileira. Essa data é carregada de inquestionável valor histórico; porém para desfilarmos seus motivos, torna-se imprescindível falarmos do ilustre brasileiro Alberto Santos Dumont.
Toda história teve início quando, aos 24 anos de idade, o jovem engenheiro de formação e ascendência francesa, Dr. Henrique Dumont conheceu a jovem Francisca de Paula Santos e, se casaram, a 6 de setembro de 1856, na cidade de Ouro Preto-MG.
Em 1872, o Dr. Henrique Dumont foi contratado para trabalhar na construção da Ferrovia Pedro II, posteriormente conhecida como Estrada de Ferro Central do Brasil, que ligaria o Rio de Janeiro a Minas Gerais, particularmente o trecho localizado na Serra da Mantiqueira.
Para não ficar longe da família, o Dr. Henrique trouxe sua esposa, os cinco filhos, instalando-se em uma casa próxima às obras, na Fazenda Cabangu, entre os Distritos de João Ayres e João Gomes; local onde nasceu, a 20 de julho de 1873, data em que o Dr. Henrique completava seus 41 anos, o sexto, dos oito filhos do casal, batizado como Alberto Santos Dumont.
Concluída as obras em 1875, a família Dumont mudou-se para a cidade de Valença-RJ e, posteriormente, em 1879, para Ribeirão Preto-SP, onde se estabeleceu na Fazenda Arindeúva, ocupando-se com plantio e beneficiamento de café, através da empresa Dumont Coffee Company.
Em 1891, Santos Dumont viajou com seus pais para Paris. Os dez últimos anos do século XX foram marcados por inúmeras evoluções tecnológicas, como o gramofone, a linotipia, a turbina a gás, o cinema e o cinerama.
O motor a gasolina, ou seja, de explosão, também conhecido como motor de combustão interna, era a sensação do momento, fazia o maior sucesso e, devido a isto, exposições da época mostravam-no em múltiplas versões e funcionando sob os mais variados princípios. Ao visitar uma dessas exposições, o então jovem Santos Dumont ficou fascinado, pois sempre se viu interessado em entender aquele mecanismo.
A família Dumont voltou para o Brasil e, juntamente, Alberto, mas não para ficar muito tempo, pois tinha em mente uma séria de idéias e concluíra que Paris seria o local ideal para colocá-las em prática.
Seu pai, que além de engenheiro era fazendeiro e abastado cafeicultor, fez todo o possível para facilitar o empreendimento do filho. Além de emancipá-lo com apenas 18 anos, deu-lhe, antecipadamente, sua herança, composta de ações e títulos de renda que lhe permitiram viver folgadamente e financiar, sem ajuda de terceiros, todas as suas experiências.
Em 1892, Santos Dumont voltou para Paris, disposto a aprender tudo sobre Mecânica e, em especial, sobre motores a explosão, objetivando colocar em prática um plano que vinha articulando desde criança.
Embora não primasse pela originalidade, o projeto era arrojado: consistia em criar um aparelho que permitisse ao homem voar, controlando o seu próprio curso.
Podemos acrescentar que, a passagem do século XIX, até, aproximadamente, os dez primeiros anos do século XX, marcou Paris com uma idéia e vontade fixa de grande parte da população: voar! Várias pessoas tentaram a proeza e tiveram um resultado final funesto, outras, com melhor sorte, apenas não obtiveram os resultados esperados. Muitos continuaram a tentar das mais diferentes maneiras.
Mas, até então, ninguém havia conseguido alçar vôo por seus próprios meios, manter-se no ar e, depois, retornar ao solo num aparelho dirigível, e era isso que Santos Dumont pretendia.
Na realidade, o projeto de Santos Dumont não era novo, pois já existiam balões.
Quando ainda menino, em Ribeirão Preto-SP, ele já ficava intrigado com os Sanhaços e Tico-Ticos que pousavam em seu quintal e depois ganhavam o ar, novamente, com a maior tranqüilidade, afinal - pensava ele – “as aves são pesadas e, se elas conseguem voar, por que não o homem?”.

OTAN - Organização do Tratado do Atlântico Norte


OTAN - Organização Do Tratado do Atlântico Norte , é uma aliança militar criada em 4 abril 1949. Com a sede em Bruxelas, na Bélgica, a organização estabeleceu um sistema de defesa coletiva onde qualquer país membro que seja atacado, todos os outros membros iram contra o invasor afim de defender qualquer país que pertença a este tratado. Os estados que integram a OTAN são a Alemanha, a Bélgica, Canadá, Dinamarca, Espanha, Estados Unido, França, Grécia, os Países Baixos, Islândia, Itália, Luxemburgo, Noruega, Portugal, Reino Unido, Turquia, Hungria, Polónia, República Checa, Bulgária, Estónia, Letónia, Lituânia, Romênia, Eslováquia e a Eslovénia.

Um Awacs da Otan, ao fundo.

Videos de aviões

Loading...